Paris – Roteiro de 4 dias – dia 03

Sem categoria

Imprimir Versão Pdf

Nós estávamos em Paris bem nos dias do segundo turno das eleições para primeiro ministro e tinha recentemente acontecido um atentado que matou um policial.

Então as coisas estavam um pouco tensas! Segurança extra para entrar em alguns pontos turísticos, exército super armado na rua, tínhamos que abrir a bolsa até para entrar em lugares como Zara e Mc Donalds (não que eu tenha comido lá, afinal isso seria uma heresia em Paris, mas as vezes a natureza chama).

Com tudo isso, decidimos que no dia das eleições (domingo), iríamos sair da cidade e ir até Versalhes para ver o seu grandioso Palácio.Paris - dia 03

Fomos de trem até lá, o que foi super tranquilo! A entrada também estava incluída no Paris Museum Pass, mas a fila estava inacreditavelmente gigante! Acho que todos os turistas tiveram a mesma ideia de esvaziar Paris e ir até Versalhes. Acabei encontrando amigos de uma amiga na fila e fizemos a primeira parte do tour com eles.Dia 07 - Palácio de Versalhes + Sacre Couer1

Dentro do Palácio principal é maravilhoso, porém estava tão cheio… tão cheio.. que não conseguimos ver os detalhes e apreciar com calma. Era impossível parar porque vinha uma multidão atrás praticamente te empurrando. A Galeria dos espelhos foi o ponto alto, que lugar incrível! Achei um cantinho para observar com mais calma e fiquei imaginando quando o Tratado de Versalhes foi assinado ali, dando fim a Primeira Guerra Mundial (e praticamente dando motivos para a Segunda).  Dia 07 - Palácio de Versalhes + Sacre Couer3 Apesar do frio, fiquei aliviada em sair do palácio e acessar o jardim, mas aí tivemos uma surpresa desagradável. O acesso ao jardim estava bloqueado e o ingresso seria cobrado separadamente para ver um “show de águas”, com o nosso ingresso teríamos que dar a volta por fora do jardim para conhecer o Grand e o Petit Trianon. Gastamos mais 7 euros por pessoa e entramos no jardim, afinal dizem que é a parte mais bonita do Palácio. De fato é, mas o frio estava insuportável!IMG_5934Dia 07 - Palácio de Versalhes + Sacre Couer2

Tínhamos levado um lanche para servir de almoço e a ideia inicial era um piquenique agradável nos jardins – que ilusão – comemos nossos pães e frios tremendo de frio e quase congelando com o vento. Nessa hora meu humor já não estava dos melhores e eu decidi que não daria mais nenhum passo naquele jardim, que eu pagaria o trenzinho que levava aos principais pontos e assim seria feliz!

Os 7 euros mais bem gastos da viagem foram pra pagar o trem!

O Palácio de Versalhes foi construído por Luís XIV para ser o centro da corte, mas acredito que até ele tenha enjoado de tantas pessoas o rodeando e construiu o Grand Trianon para se distanciar das formalidades da corte, também construiu o Petit Trianon, segundo dizem para sua amante morar. Mas foi Maria Antonieta (casada com Luís XVI) quem deu fama e cara nova ao lugar.Dia 07 - Palácio de Versalhes + Sacre Couer4

Nessa hora o vento deu uma trégua e voltamos caminhando pelo jardim, que de fato é bonito e gigantesco. Já que pagamos o ingresso para o Show das Águas resolvemos esperar para assistir. E foi a coisa mais decepcionante da vida, pelo menos de onde estávamos só vimos a intensidade da água do chafariz aumentar enquanto ouvíamos música clássica. Procurei alguns vídeos depois pra saber se eu não estava olhando para o lugar errado, mas não achei muita coisa além do que vimos. Resumindo, vale visitar os jardins, o show não vale!IMG_5917

Hora de voltar para Paris! E até hoje me pergunto como conseguimos nos perder em Versalhes, era só ir reto, virar para a esquerda e estaríamos na estação. Mas o frio deve ter congelado os nossos neurônios e esqueci disso, andamos praticamente a cidade inteira, fomos para em umas 3 estações pra frente de onde deveríamos. Não foi nada legal!

Enfim… de volta a cidade do amor! E direto para a Sacre Coeur no charmoso (mas nem tanto) bairro de Montmartre. Primeiro ponto a destacar é que se você chegar lá de metrô já começará fazendo um belo exercício pois tem escada que não acaba mais pra subir! E depois para chegar até no topo do morro você ainda caminhará mais e terá que encarar mais uns bons lances de escada. Existe um trem/funicular que leva até lá, mas meu orçamento com trens tinha acabado lá em Versalhes, então encaramos tudo andando.Dia 07 - Palácio de Versalhes + Sacre Couer5

A vista lá de cima é muito bonita e a Basílica também! É grande e imponente, com um estilo bem diferente das que visitamos no dia anterior. Porém tinha muita fila pra entrar (a entrada é gratuita) e acabamos desistindo, só observamos por fora. Se um dia eu voltar a Paris quero dedicar um tempo maior para a Sacre Coeur, deve valer a pena.IMG_5937

Descemos pelas escadas que ficam em frente à Basílica e tinham muitos “ambulantes” que nos tentavam vender de tudo um pouco, eu achei ainda mais invasivo do que as baianas tentando amarrar no seu braço as fitinhas do senhor do bonfim. Fiquei até com um pouco de medo pra ser bem sincera!

Lá embaixo quem é fã de O Fabuloso Destino de Amelie Poulain vai reconhecer o carrosel. Eu queria muito ter comido um  crème brûlée no Café Les 2 Moulins, mas estávamos tão cansadas e já estava escurecendo que acabamos abortando a ideia. (Eu ainda não me conformo)Dia 07 - Palácio de Versalhes + Sacre Couer6

Passamos em frente ao Moulin Rouge, porque após pesquisar descobrimos que o show não valia tanto a pena e era BEM caro. Mas eu e a minha irmã AMAMOS esse filme, então ao menos uma foto queríamos tirar. E finalmente, de volta para o nosso micro/mini Airbnb!

Banho tomado e nosso próximo destinho: COMIDA!

Fomos a um bistrô indicado pelo proprietário do apartamento onde estávamos hospedadas. Queríamos um bistrô não muito turístico para um jantar completo! Esse post já está muito longo, então no próximo conto e mostro tudo sobre o jantar!

Para acompanhar por onde já passamos, aqui tem uma lista com os posts anteriores:

Segue @chamaoscachorros no instagram pra não perder nada que acontece por aqui! E curte no facebook pra saber sempre quando tiver post novo!

Até a próxima!Os viajantes viajam 3 vezes

Deixe seu comentário